quarta-feira, 23 de abril de 2014

O.T 15 DE JANEIRO DE 2012, ONDE TUDO COMEÇOU.

15 DE JANEIRO DE 2012, ONDE TUDO COMEÇOU.









15 DE JANEIRO DE 2012, ONDE TUDO COMEÇOU.

No dia 15 de janeiro de 2012 teve início nossa mobilização na residência da SRª Aydêe ( mãe de um bombeiro militar do DF)  para cobrar do GDF o cumprimento das famigeradas 13 promessas de Campanha. Eramos dois policiais militares, Joseni e Roner Gama, e um bombeiro, o nobre colega Rivailton.
No mês seguinte, aconteceu a primeira assembleia na praça do relógio. Lembro que ao chegarmos à praça nos assustamos com a quantidade de pessoas. Ao término, saimos de lá preocupadíssimos, afinal , quais seriam as consequências daquilo tudo? 
As assembleias continuaram, foram se agregando outras "lideranças", o processo foi se desvirtuando a medida que as lideranças iam se alterando. A politicagem tomou a dianteira, os precursores da mobilização histórica foram isolados, escanteados e uma briga sem fim teve início, inclusive com ameaças constantes. 
Olhando para trás não nos arrependemos de ter dado início a tudo isso, nosso único arrependimento, compartilhamos dessa opinião,  tanto o colega Joseni quanto Rivailton, foi termos agregados indivíduos que mais adiante se mostraram oportunistas, interesseiros, gananciosos, falaciosos e enganadores (alguns até se utilizam do discurso religioso). 
Assim que iniciar a corrida eleitoral esses falastrões irão bater no peito e rosnar  "eu fiz" (o quê?), "eu lutei" (será?), "eu consegui isso e aquilo" (a hipocrisia não tem limites).
Aprendemos muito com tudo isso,  foi uma escola, hoje sabemos que não basta pedir por pedir, pois na mesa de negociação a margem de manobra é mínima e há diversos aspectos que influenciam na tomada de decisões do governo em relação a uma categoria. No nosso caso, PM E BM,  não há dúvidas de que a ingerência politica de políticos e assessores governamentais atropelou a tudo e a todos.
Hoje, fazendo uma avalização racional dos fatos, só é possível entender esse processo de mobilização  com a DESMILITARIZAÇÃO da PM/BM, isso mesmo, somente dessa forma é que teremos direito à greve, sindicalização e liberdade plena de expressão. Enquanto formos militares estaremos sujeitos à coleira curta do RDE. Além do mais, se pensarmos em carreira veremos que as carreiras civis têm como parâmetro as carreiras civis, mais notadamente as carreiras típicas de estado. As carreiras militares terão como parâmetro, sempre, as forças armadas. Ou seja, enquanto milico formos, dificilmente teremos uma carreira bem remunerada e com ascensão justa ao longo da vida laboral.
Três militares da ativa fizeram o que dois PARLAMENTARES, REPRESENTANTES DAS CATEGORIAS, com imunidade deveriam fazer e não o fizeram. Participamos de um processo de mobilização duro, injusto e pernicioso (até hoje sofremos as consequências), mas nos sentimos honrados de tê-lo iniciado, de ter feito história com os nobres colegas POLICIAIS E BOMBEIROS DO DF.
  SGT Roner Gama e SGT Joseny 

Mais informações »

SÓ DEUS TIRA ESSA ELEIÇÃO DE ARRUDA QUE VAI SER NO PRIMEIRO TURNO - O PT NUNCA.


Objetivo é Desgastar 'José Roberto Arruda'
Engana-se quem pensa que o objetivo do Ministério Público do Distrito Federal é impedir o ex-governador José Roberto Arruda de se candidatar com as novas investidas jurídicas recém encaminhadas ao judiciário.

A intenção é outra, buscam desgastar a imagem de Arruda perante a sociedade, pois sabem de cor e salteado que nenhuma das ações movidas em consequência da delação premiada de Durval podem tirá-lo do caminho.

De concreto mesmo somente a ação do jogo do Brasil x Portugal, em 2008, onde Arruda foi condenado, em primeira instância, por falta de projeto básico e o filme divulgado em 2011 por Durval onde ele entrega dinheiro para Jaqueline Roriz e diz que foi a mando de Arruda, o que foi negado pela própria beneficiária do dinheiro.

Pior é que a sociedade tem consciência de que toda esta movimentação só ocorreu agora porque Arruda se lançou candidato ao governo.

Fonte: A VOZ DA VERDADE por Celson Bianchi.
Mais informações »

RN: Paralisação de PMs e bombeiros tem adesão de 90%, diz associação

RN: Paralisação de PMs e bombeiros tem adesão de 90%, diz associação
Categoria pede melhorias nas condições de trabalho no RN. Secretaria de Segurança não soube informar sobre adesão de servidores

PMs e bombeiros segue ocupando Centro Administrativo do RN (Foto: Arthur Barbalho/G1)
A paralisação dos policiais e bombeiros militares do RN tem adesão de 90% da categoria, segundo confirmou nesta terça-feira (22) Eliabe Marques, presidente da Associação dos Sargentos e Suboficiais da PM. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança para saber sobre o levantamento da pasta acerca da adesão, mas a assessoria de imprensa pediu para que a reportagem contatasse os comandos das duas corporações. Nenhum dos comandantes atendeu aos telefonemas.

Representantes dos manifestantes e do Estado se reúnem nesta manhã na sede da Procuradoria Geral do Estado, em Petrópolis, zona Leste da capital, para tentar chegar a um acordo.

As duas categorias estão acampadas no Centro Administrativo do Estado, em Natal, e decidiram permanecer no local até que o governo do estado garanta o cumprimento das reivindicações. Parte dos oficiais das duas corporações aderiu ao movimento.

Além de melhorias estruturais, os militares exigem o envio da Lei de Promoções de Praças para a Assembleia Legislativa e os bombeiros ainda cobram a abertura de concurso público.

De acordo com o procurador geral do Estado, Miguel Josino, os servidores que se recusarem a trabalhar, aderindo à paralisação proposta pela categoria, podem ser presos. De acordo com Josino, os que estiverem de serviço e se recusarem a trabalhar serão submetidos ao regulamento disciplinar das corporações. “O regulamento prevê a perda de salário, prisão e até submissão à perda do cargo”, detalhou o procurador. Entretanto, não há registro de prisões.

Josino diz ainda que a Procuradoria Geral está constantemente em contato com a Secretaria de Segurança Nacional. Isto para informar sobre o que está acontecendo nas movimentações no Rio Grande do Norte e tirar dúvidas a respeito dos procedimentos a serem adotados pelo Estado. “Falamos com eles de hora em hora. As medidas a serem tomadas são essas mesmo. O ministro da Justiça [José Eduardo Cardoso], inclusive, disse que desta vez não haverá anistia para os punidos”, corroborou.

Fonte: RAFAEL BARBOSA portal G1 RN - 23042014

SFT JOSENY LOPES 
Mais informações »

terça-feira, 22 de abril de 2014

COMPARADO A QUEBRA DA PETROBRAS: MENSALÃO É COISA DE BATEDOR DE CARTEIRAS!

COMPARADO A QUEBRA DA PETROBRAS: MENSALÃO É COISA DE BATEDOR DE CARTEIRAS!





"Se continuasse em segredo a gastança criminosa na refinaria de Pasadena ou na refinaria Abreu e Lima, se a imprensa não tivesse revelado nenhuma das patifarias bilionárias que há semanas afrontam o país que presta, só o pânico provocado no Planalto pela assombração da CPI bastaria para convencer até um bebê de colo de que é preciso devassar com urgência e sem brandura as catacumbas da Petrobras. O que se descobriu até agora grita que 11 anos de governo lulopetista reduziram a maior das estatais a uma portentosa usina de maracutaias. O que falta descobrir pode rebaixar o escândalo do mensalão a coisa de batedor de carteira...A Petrobras inventada por Lula, finge prosperar com as sobras da autossuficiência que nunca existiu, esbanja antecipadamente o dinheiro que jamais lucrará com a exploração do pré-sal e, enquanto importa milhões de barris, capricha na pose de sócia atleta da OPEP... "   Augusto Nunes.






Comentários:


Nunca na história desde país, tantos VAGABUNDOS se locupletaram do dinheiro público.  É vergonhoso o que assistimos nos últimos onze anos de política petralha. A roubalheira é escandalosa e hoje não se fala em milhões, mas sim, em BILHÕES.
A indignação é  grande, especialmente ao vermos essa quadrilha instalada em todos os cantos da administração pública.

Lula é um canalha! Em 11 anos, junto a quadrilha PTralha, destruiu o país.... Afinal ele surfou no crescimento mundial e na estabilidade produzida por FHC e Henrique Meirelles e demorará muitos anos para recuperar o ESTRAGO! 
O erro da maior parte dos eleitores custou caro e é justamente os que votaram mal é que vão pagar a maior parte dessa conta!

O Apedêuta quebrou a Petrobrás que de fato era a empresa de orgulho dos Brasileiros,claro, quebrou várias outras também, mas se esta quadrilha estivesse na oposição berraria por quatro cantos do mundo querendo CPI. 
Quanto a Renan e Romero Jucá, são a marca do retrocesso do Brasil, agem apenas por interesse próprio. 

Esperemos, agora, que o STF não tenha sido, definitiva e irremediavelmente, aparelhado pelo lulopetismo. 
A manifestação quanto à CPI será a prova de fogo do Tribunal. Esperemos que não tenha acontecido, aqui, o que se passou na Venezuela de Chaves/Maduro.

Para a escória petista e seus aliados, manter-se no poder a qualquer custo não é mais questão de ideologia. É muito mais singela a razão: Se perderem as eleições as falcatruas serão todas expostas e  todos os líderes Ptralhas irão parar na cadeia!

http://cironovaesfernandes.blogspot.com.br/2014/04/quebra-da-petrobras-comparado-mensalao.html

SGT JOSENY LOPES 22042014
Mais informações »

Após prisão de Marco Prisco, associação sugere mobilização nacional em defesa do líder militar

Após prisão de Marco Prisco, associação sugere mobilização nacional em defesa do líder militar

Assessoria de Imprensa da AMEP



A Associação dos Militares Estaduais da Paraíba (AMEP) recebeu com repúdio e
 indignação a informação de que o vereador e líder dos militares estaduais da 
Bahia, Marco Prisco, foi preso na tarde desta sexta-feira (18), após conseguir,
 com muita luta e coragem, importantes conquistas para os policiais daquele 
estado.

As informações publicadas em portais de notícia da Bahia informam que a prisão
 de Prisco é referente à greve que ele liderou no início de 2012, mas estranha
mente veio ser efetuada logo agora, depois que ele liderou um novo movimento.

Na avaliação do presidente da AMEP, cabo Sérgio Rafael, nenhuma das
 duas manifestações deveria ser motivo para prender Prisco. “Quem já viu
 professor ser preso no Brasil por causa de greves? Quem já viu médico ser 
preso no Brasil por causa de greve? 

Por que, então, um policial militar tem que ser preso quando faz a mesma 
coisa que tantos outros cidadãos brasileiros? 

Que espécie de justiça é essa? 

Que tipo de democracia é essa?”, protestou Sérgio.

Ele disse que as associações militares de todo o Brasil devem se unir e
 pressionar para que essa prisão de Marco Prisco seja revogada, sob pena
 de as polícias de todo o país fazerem o mesmo que os guerreiros militares
 baianos acabaram de promover naquele estado.

“Prisco está sofrendo perseguição por ter tido a coragem de enfrentar um
 sistema corrupto que não tem compromisso nenhum com a segurança pública. 

Nós, policiais e bombeiros militares do Brasil, não podemos nos acovardar
 diante dessa retaliação covarde e mesquinha. Vamos nos unir e mostrar a força
 que nós temos!”, disse Sérgio Rafael.

A AMEP já está programando uma Assembleia Geral com os militares da Paraíba,
 para tratar de reivindicações que também ainda não tiveram resposta por parte
 do governo. 

“Vamos ouvir a tropa e fazer exatamente o que ela decidir”, concluiu Sérgio 
Rafael.

blog sospoliciaismilitares/http://noqap.blogspot.com.br/2014/04/apos-prisao-de-marco-prisco-associacao.html

SGT BJOSENY LOPES 22042014
Mais informações »

O que mudou de Tiradentes até hoje? Sua morte e as incoerências do Brasil

O que mudou de Tiradentes até hoje? Sua morte e as incoerências do Brasil


Hoje é o dia oficial contra a exploração tributária que Portugal a metrópole, impunha ao Brasil colonia. O que mudou de lá pra cá? Antes eram os patrícios que nos exploravam. Fomos subtraídos ainda por franceses, holandeses, ingleses. Até aí era quase terra de ninguém. Passados séculos fica a pergunta que não quer calar, o que mudou? Continuamos com uma das maiores cargas tributárias do país, alugamos, como diria Raul Seixas, o Brasil para a FIFA fazer o circo Copa 2014, obras superfaturas, trabalhadores morrendo nas obras e a falácia de um partido que está no poder e ironicamente tem o nome de "Trabalhador". Para completar as incoerências brasileiras, deixo mais uma pergunta para a reflexão dos senhores: Quem matou Tiradentes? Provavelmente as polícias da qual ele posteriormente virou patrono...e inclusive chegou a servir no posto de subtenente. Só no Brasil mesmo...Talvez Tiradentes dissesse o óbvio, de que hoje somos reféns de nós mesmos, da ganância nossa de cada dia, dos corruptos, do jeitinho brasileiro.

http://noqap.blogspot.com.br/2014/04/o-que-mudou-de-tiradentes-ate-hoje-sua.html

SGT JOSENY LOPES 22042014
Mais informações »
© ESPAÇO LIVRE PMDF - Joseny Lopes |